Visualizar:

▼ Postagens (7)
  • Retornando para minha história...dei muitas voltas

    07

    Mar
    07/03/2013 às 03h20

    Faz tempo que não apareço por aqui para continuar minha história,,pois ainda não encontrei um amor,mas ja conquistei muitos motivos para sorrir: conquistei um emprego,,conprei minha motinha e varios outros motivos,meus filhos a cada dia que passa estão crescendo,estou fazendo o que posso para que eles sejem felizes,,pois sou pai e mãe das crianças,pois o pai deles se casou novamente e infelizmente esqueceu que tem dois filhos lindos e maravilhosos..

    Mas sei que um dia o pai deles vai se arrepende,porque Deus escreve certo por linhas tortas,tudo que se faz aqui se paga com juros e correção monetária..Mas não vai demorar muito,porque ele ja sofre..

    O dia que ele perceber será tarde demais,,,meus filhos já esqueceram que um dia eles tiverem pai,,se é que tiveram mesmo...Hoje em dia virei cozinheira em um restaurante japonÊs...Quem diria eu cozinheira Orienta...Levanto as mãos pros céus q minha vida melhorou e muito e a dele so descendo cada vez e mais....Espero um dia meus filhos terem orgulho de mim e que saibam quem dei o meu melhor de mim...

    HA tambem estou fazendo um cursinho de assitente de administraçao,,,ainda não perdi o sonho de ser alguém na vida,,,muitas batalhas,,,vou procurar vencer uma por uma,,e sei que Deus i´ra me dar forças para continuar seguindo em frente.

    Eu e minha amigas no trabalho que amo muito
    meu trabalho

     

  • Minha vida está melhorando

    13

    Mar
    13/03/2012 às 01h41

    Minha vida está melhorando,,aos poucos Deus está abrindo meus caminhos,apareceu uma pessoa boa em minha vida,vou fazer o possivel para me apaixonar,tenho que dar chances para a sorte, não adianta ficar aqui sofrendo por alguém que só me esnoba, fiz de tudo para conquistar mas infelizmente não consegui,o geito é seguir em frente.

    Agora estou trabalhando em um restaurante,fazendo bicos de dia e agora apareceu um rapaz bom na minha vida. Espero poder correspoder aos sentimentos dele o mais rápido, pois tenho medo de fazer ele sofrer, pois ele não merece.

    Ele é trabalhador e gosta de mim,isso que realmente importa.

    Quem sabe chegou minha hora de ser feliz,e poder voltar a acreditar no Amor...Vou dar tempo ao tempo, só o tempo irá dizer se vai dar certo ou não. Mas espero que dê muito certo..

    Pois depois de tudo que passei,acho que mereço um pouco de felicidade.. Vou realmente investir nele,,

    Quem sabe não volto a acreditar no Amor.....

    dioline

     

     

     

  • minha vida sentimental

    17

    Fev
    17/02/2012 às 01h18

    Hoje resovi falar da minha vida sentimental,nunca imaginei que fosse me apaixonar novamente e pior sofrer por um amor.

    Hoje tenho 23 anos,nunca gostei de homens mais novos, e fui me apaixonar por um rapaz de 20 anos.

    Mas

    infelizmente acho que não sou correspondida,ele não acredita no meu amor,ou tem medo de se envolver,também nem posso tirar a razão dele..,sou mãe de dois filhos,mais velha,e tantas coisa a mais que acho que le tem medo de encarar minha realidade..

    Mas na vida nada é perfeito,temos que aprender com nossos erros para que possamos acertar,e nunca mais cometer os mesmos erros.

    Eu já tentei esquecer ele de todas as formas possiveis,mas ele pode me humilhar,pisar em mim,pois minha cabeça sabe mas o coração finge não ver a realidade.Eu posso ficar com vários mas é só ele que me tira o folego,abala minha estrutura,engraçado fico tremola,fico sem sentido, coração dispara,uma sensação muito boa...

    Eu pensei estar anestesiada em relaçao ao amor,pensei que meu coração estava trancado para um novo amor..

    Mas infelizmente achou alguém que destracasse,pena que ele não quer nada sério comigo.

    Não sei o que ele pensa de mim,mas ele parece adorar brincaar comigo,mas no coração agente não manda,agente obedece...

    Mas espero nâo passar a mesma experiência passada,,seria azar demais.

    Acho que eu não tenho sorte no amor..

    Mas ainda espero encontrar alguém que me ame de verdade como realmente eu sou...

    eu

  • meus filhos

    15

    Fev
    15/02/2012 às 02h59

    Hoje resolvi falar dos meus filhos,a cada dia que passa eles crescem mais,e eles realmente não sabem o que é conviver com um pai,nem imagina como é um amor de pai.
    Omeu ex-marido se da o trabalho de vir visitá-las,mesmo que as crianças não digam,sei que elas sentem falta do pai.Apesar que o Kauã o mais novinho quase não se lembra do pai,o que me dói muito,pois penso que existe ex-mulher e não ex-filho..
    Pena que nem todo mundo pense como eu,e esquecem que seus filhos existem..
    Apesar de ser nova sou mãe e pai dos meus filhos,meu pai devo muito a ele me deu muita força pra seguir em frente,sem ele realmente não sei o que seria de mim e dos meus filhos..
    Acredito que mesmo sem a presença importante de um pai,realmente acredito que meus filhos são felizes...mesmo com as dificuldades que passamos para conseguir vencer certos obstáculos...
    O kayky ja chegou a primeira série e o pai nunka foi nem se quer numa apresentação escolar...
    Mas tudo que eu poder fazer por eles faço sem medir esforços....

    meus amores

  • Após minha separação

    14

    Ago
    14/08/2011 às 02h22

    Hoje ja faz quase um ano q nos separamos,,,apesar dos pesares sofri muito com minha separação,,mas com o passar do tempo fui fazendo amizades,,,conhecendo rapazes novos,,,e fui levando minha vida,,,passei por muitas dificuldades com meus filhos,,mas superei esse grande amor,pena q me apaixonei novamente pela pesssoa errada,,,mas penso  q se esqueci o pai dos meus filhos esse eu tamém posso esquecer...

    Meu ex marido hoje fala que aprendeu a mÊ dar valor,pena que agora é tarde,mesmo eu gostando novamente da pessoa errada,sou mais feliz.Posso sair com as amigas,me divertir,coisas q quando estava com ele num fazia,minha vida era só trbalhar como uma escrava pra dar o dinheiro pra ele..

    Hoje posso dizer que a vida me ensinou a ser mais mulher,sou independente,,não dependo de homem,e nunca pretendo depender.Quem vive dependendo de homem é muito humilhada,,,ter que pedir dinheiro isso não é meu feitio,,gosto de ter a minha grana,,assim dizendo,,rsrsr

    A vida não é um mar de rosas,,,estou solteira faz um ano ja,,,fikar agente fika,,,mas depois que tive filhos dificilmente vo conseguir um namorado logo,pois pra alguém me assumir com dois filhos tem que ser muito homem,,e me amar muito..

    Mas tenho fé que um dia vou encontrar alguém que me queira como eu sou,e com minhas qualidades e defeitos...

    Não sei se pretendo casar de novo,mas sinto fdalta de uma compania,,mas estou fazendo novas amizades ,,,pra quem naum tinha um amigo,, já é um grande começo,,agora amor é consequência....

  • minha vida de casada

    04

    Jul
    04/07/2011 às 02h15

    Hoje em dia acredito naquela frase:

    casamento é assim,quem está fora quer entrar,mas quem ta dentro quer sair....

    Após dois anos de casada que resolvemos morar de aluguel,meu marido resolve parar de ser eletriscista que era a profissão q exercia junto com o pai dele.Ele resolveu parar,pois era muito novo e não se dava bem com seu pai,pois ele também se entrometia muito na nossa vida.Então resolvemos viver somente de artesanato,pois viajamos muito nessa vida,e meu filho ficando pra trás aos cuidados da minha mãe.eu pensava q estava sendo feliz somente ganhando dinheiro,nós pesavamos que dinheiro era tudo,pois hoje vejo que eu era iludida pelo dinheiro,mas que aquela vida não era realmente o q eu queria pra mim,mas como meu amor era  imenso,passava por tudo e por todos para ficar ao lado do meu amor.

    Hoje eu percebo que fiz tudo errado na minha vida,e ainda por cima aos vinte anos engrávidei novamente,foi novamente uma grávidez inesperada,descobri que estava grávida aos seis meses,mas já não via como uma decepção,mas sim como uma benção.Mas  a casa era alugada,e a dona resolvel pedir a casa uma semana antes do meu parto.

    Meu marido ficou desesperado,pois estava tudo pronto para a chegada do bebê,e novamente começa a reviravolta na minha vida,quando tudo parecia estar bem,minha vida desanda novamente.

    Eu queria um tempo para entregar a casa,mas meu marido nunca me ouviu,então esperou eu ser internada,pra ele devover a chave,para q eu ficasse sem açao,para que ele pudesse me levar para passar  minha dieta na casa do pai dele e da madrasta dele.

    Mas eu não conseguia me sentir em casa,e não me dava bemcom o pai dele..

    Vivi novamente em guerra.

    Pois quem casa quer casa,e aquele ambiente não era minha casa,ainda mais morando com dois filhos na casa dos outros.

    Meu filho mais velho ja tinha trêa anos de idade,e não tinha como segurar.Então meu sogro resoveu nos dar a casa q era do lado da casa da minha sogra,e eu novamente não queria ir.Mas eu nunca tinha ação sempre fiz o que meu marido quiz,e sempre me arrependi,pois sabia que morar la seria a mesma coisa que morar no quintal dela.

    Minha casa parecia a casa da Mãe Joana,todo mundo entrava e tinha acesso.

    Aquele local não era ambiente para meus filhos,lugar onde hávia bebidas,drogas...

    Ja estava cansada,foram sete  anos de casamento,ou melhor morando junto,o meu amor foi desgatando,pois ele não me levava pra lugar algum,,,não queria saber de comprar roupas,eu andava toda mal arrumada.

    Minha juventude foi tirada de mim,o nosso programa de fim de semana era trabalhar,eu jamais fui numa danceteria com ele.

    Hoje em dia tenho um filho de 6 anos e um de dois anos.E hoje em dia me encontro solteira a um ano.e morando com meus pais

  • Grávidez na adolescência,e consequências que tive que passar

    04

    Jul
    04/07/2011 às 01h23

    Hoje em dia grávidez na adolescencia é muito comum,aconteceu comigo e pretendo compartilhar um pokinho da minha história.

    Aos 15 anos me apaixonei pela primeira vez,e como toda adolescente quando se apaixona fiquei cega surda e muda.Meus pais sempre me aconselharam a me separar,pois aquilo tudo era ilusão,mas eu teimava e achava que somente eu estava certa,pois acabei engrávidando.

    Resolvi ir ao médico acompanhada de uma amiga,próximo a minha casa,e eu me encontrava deseperada sem saber o que deveria fazer.Então resolvi contar para meu namorado o que estava acontecendo,ele fika desesperado,com medo do que seus pais poderiam achar do que estava acontecendo,pois ele tambem era um rapaz jovem de 18 anos.Sem saber o que estava dizendo por ele gostaria que eu tivesse feito um aborto,mas eu por mais jovem que fosse nunca pensei nessa possibilidade,e disse pra ele que se realmente gostasse de mim iria ter que me assumir como esposa,ele me reponde dizendo que queria um tempo pra pensar e contar para seus pais.

    Assim continuei indo ao médico sózinha sem que meus pais soubessem,após 2 meses de grávidez cheguei a minha consulta e o ginecologista do meu pré natal me  diz vc tem um mês pra dizer para seus pais,e quero sua mãe aqui assistindo sua consulta.

    Então tive que tomar coragem e contar tudo o que estava acontecendo comigo.

    Meus pais ficarão tão decepcionados comigo,que chegaram a chorar,e me dizia:

    _minha filha vc não merecia isso,você estragou sua vida.

    E eu chorando respondi:

    Eu sei que cometi um grande erro,mas agora devo arcar com as consequÊncias,e criar esse filho,pois não da mais pra voltar atrás.

    Passado um tempo voltei a falar sobre o assunto com meu namorado,pois queria saber o que seria de nossa vida daquele dia em diante,então resolvemos que eu passaria minha gestação na casa dos meus pais e que passaria a dieta tambem,para que nesse tempo ele podesse contruir uma casinha no terreno da mãe dele.Mas eu imaginei que ele construiria na frente onde hávia um enorme espaço livre.E quando fui visitar a obra,levei um grande susto,ele tinha feito uma edicula nos fundos de porta a porta com a mãe dele.

    Como não tinha mais o que fazer resolvi ir morar naquele local.Por tanto foi ai que começou meu pior pesadelo.

    Eu não fazia idéia que minha sogra era alcolatra,e quando descobri ja estava morando la com ela.Pois morei no mesmo terreno com ela,aguentando todo tipo de ofença,tendo quer cuidado com meu filho,porque quando ela bebia se transformava,parecia outra pessoa,ela ja chegou a quere brigar comigo,então tive que me defender.

    Mas durante 2 anos da minha vida,não tinha sussego,não dormia à noite,pois ela gritava a noite inteira,minha vida era realmente um inferno,não sei como suportei tanto tempo,eu cansada de passar por tudo aquilo,cheguei ao meu esposo e me abri,não aguento mais ela grita toda noite e não gosto de ver vocÊ batendo em sua mãe,isso não é vida ou voce aluga uma casa ou eu volto para a casa dos meus pais.

    Ele não tomou atitude nenhuma,então resolvi sair daquele inferno...

    Ele veio me procurar,e eu fui curta e grossa:

    _Eu te amo demais,vocÊ é minha vida mas só volto com vc se aparecer aqui com a chave da casa alugada.

    Passou uma semana e ele apareceu,pois resolvi voltar morar com ele.E garanto que não foi minha melhor escolha.


Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2017 XPG | Siga esta corrente